Troca de lâmpadas por luzes de LED atinge quase 80% das ruas em Uberlândia

Parceria público-privada com a empresa Engie já cobriu 77,8% da cidade; 40 ruas e avenidas devem passar pela mudança nos próximos dias.



A parceria público-privada (PPP) responsável pela reforma na iluminação pública em Uberlândia já atingiu 77,9% das vias da cidade, segundo a Prefeitura. Na última quinta-feira (24), o município também anunciou um novo cronograma que vai contemplar 922 pontos de 40 ruas e avenidas nos próximos dias.


O processo de modernização consiste na troca das lâmpadas de vapor por luzes de LED (Light Emitting Diode, ou Diodo Emissor de Luz) por meio da parceria público-privada com a empresa licitada Engie. A previsão é que todo o trabalho seja concluído ainda neste ano, com a troca de 90 mil lâmpadas.


Economia e sustentabilidade

De acordo com a Prefeitura, a troca de toda iluminação pública, de mercúrio e/ou sódio, para a tecnologia LED reduzirá o consumo de energia elétrica do sistema de iluminação pública do município em no mínimo 50% e Uberlândia deixará de emitir, por ano, cerca de 2 mil toneladas de gás carbônico para a atmosfera.


Só uma unidade de lâmpada incandescente libera 2,7 kg de CO2 na atmosfera. A tecnologia LED emite 450g por unidade, 84% a menos do que a tradicional. Além de mais econômica e durável, a tecnologia não provoca desconforto térmico, como aquecimento, e perdas de energia em forma de calor, que é prejudicial ao Meio Ambiente.


Durante a instalação das novas lâmpadas com tecnologia LED, as luminárias que são retiradas passam por um processo de descontaminação dos metais pesados e só posteriormente são descartadas de forma ambientalmente correta.


Concessão administrativa


Entre os compromissos assumidos pela concessionária Engie Soluções, subsidiária no país da multinacional francesa Engie, estão a troca da iluminação pública pelo sistema mais moderno existente.


A contratada também tem obrigações como a iluminação de destaque em 12 espaços históricos até o ano que vem, ampliação do número de postes, expansão anual de 550 pontos de luz e melhoria da iluminação em locais de acessibilidade (como as rampas das calçadas), entre outras ações que colocarão a cidade dentro dos padrões da norma vigente para o setor.


O contrato ainda prevê, onde houver necessidade, a troca de braços, relés, cabos, iluminação de destaque e ampliações da rede. Outro destaque é a implantação da telegestão, que possibilita a verificação do comportamento de 25% das luminárias através de interface integrada e on-line com a Central de Controle e Operação (CCO), o que vai oferecer rapidez na detecção de falhas de equipamentos.


O contrato da parceria com a Engie Brasil segue até 2040, e abrange todos os serviços voltados ao sistema de iluminação.

11 visualizações0 comentário