PREFEITURA DE CURITIBA LANÇA EDITAL DE LEILÃO PARA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Atualizado: 29 de abr.





O aviso de licitação para a parceria público-privada da iluminação pública de Curitiba foi publicado nesta segunda-feira (25/4). O edital da Prefeitura de Curitiba pode ser conferido na Folha de São Paulo, será publicado no Diário Oficial do Município desta segunda e no Diário Oficial da União. O leilão está marcado para o dia 21 de junho, na sede da B3, a Bolsa de Valores do Brasil, em São Paulo.


A primeira PPP da Prefeitura de Curitiba garantirá a modernização da iluminação de 100% da capital paranaense, com mais agilidade e eficiência energética e menos gastos públicos. Estará totalmente adequada à norma brasileira, para melhorar ainda mais a iluminação nos 75 bairros de Curitiba.


“Curitiba ingressa em nova fase, com a evolução do modelo atual, modernização do sistema de iluminação em toda a cidade, redução do consumo de energia, menos emissões de gás carbônico (CO2) e mais segurança aos curitibanos”, resume o prefeito Rafael Greca.

O acompanhamento e a fiscalização do serviço continuarão sendo feitos pelo poder público municipal.


“A parceria público-privada da iluminação pública dará continuidade ao amplo trabalho que a Prefeitura de Curitiba vem fazendo ao longo dos anos para substituir as luminárias existentes por LED. Curitiba já alcançou a marca de 48% do parque de iluminação da cidade com LED”, afirma o secretário de Administração, Gestão de Pessoal e Tecnologia da Informação (Smap), Alexandre Jarschel de Oliveira.


Com os investimentos, a expectativa é de que entre 18 e 20 meses após o início dos trabalhos a cidade passe a ter LED na totalidade dos 157 mil pontos de iluminação pública. O projeto prevê ainda a iluminação cênica de 141 locais de importância histórica e cultural, a exemplo do que a cidade já vem fazendo em monumentos, igrejas e outros espaços.


Os investimentos estão calculados em R$ 324 milhões ao longo dos 23 anos do contrato de concessão.


A modelagem da PPP na Prefeitura de Curitiba começou a ser desenvolvida em 2017. A partir de 2019, o projeto passou a ser estruturado com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) desde os estudos técnicos, passando pela modelagem econômico-financeira até a elaboração das minutas do edital e do contrato, etapas que tiveram o apoio do consórcio de consultores Accenture-Moysés & Pires.


Cidade inteligente A ampla modernização prevê ainda a implantação de um centro de controle operacional que terá a fiscalização sob a responsabilidade do Departamento e Iluminação Pública da Secretaria de Obras Públicas e o verificador independente designado especialmente para a concessão.


Fonte: Bem Paraná

4 visualizações0 comentário