top of page

ENGIE ASSINA PPP DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA EM CURITIBA

Atualizado: 30 de nov. de 2023


Contrato tem prazo de 23 anos e prevê a operação, manutenção, além da expansão da infraestrutura em mais de 160 mil pontos de luz na capital paranaense


Fonte: Canal Energia


A Engie e a Prefeitura de Curitiba assinaram nesta quarta-feira, 1º de março, o contrato que oficializa o início da PPP de Iluminação Pública na capital paranaense. O acordo firmado tem prazo de 23 anos e prevê a operação, manutenção, além da expansão da infraestrutura de iluminação da cidade, que conta com mais de 160 mil pontos de luz.

O leilão da concessão de iluminação pública da cidade foi realizado em setembro do ano passado. Na ocasião a empresa apresentou proposta com uma contraprestação mensal no valor de R$ 1,1 milhão, com um deságio de 71% frente ao limite máximo definido em edital de licitação.


O contrato prevê a implantação de tecnologia LED, instalação de um centro de controle operacional e execução de uma série de obras de iluminação de destaque de monumentos. Os novos pontos de luz irão garantir também a redução de no mínimo 40% da energia consumida pelo município, otimizando custos para a administração local.


Experiência no setor

A companhia de origem francesa opera atualmente mais de 1 milhão de pontos de iluminação no mundo, sendo 130 mil deles no Brasil, dos quais 90 mil em Uberlândia (MG) e 40 mil em Petrolina (PE). Nas duas cidades aplicou mais de R$ 100 milhões na modernização com mais de 120 mil luminárias convencionais trocadas por LED, além da expansão das redes, com inclusão de novos pontos e melhoria na qualidade da iluminação.


Em Uberlândia a conclusão do projeto de modernização gerou uma redução acima de 50% na conta de luz do município, o que representa uma economia estimada de mais de R$ 1 milhão ao longo de um ano pela administração local. Isso significa que a economia mensal é superior ao custo de operação e manutenção do projeto, com a prefeitura obtendo eficiência e economia sem gastar mais recursos.

7 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page