top of page

COM LEILÃO NA BOLSA DE VALORES, PPP DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA DE CANOAS DEFINE VENCEDOR




Canoas realizou a primeira concessão de Parceria Público Privada (PPP) da história da cidade. O leilão foi realizado nesta terça-feira (16), na sede da Bolsa de Valores (B3), em São Paulo, e teve como vencedor o Consórcio IP Canoas. O grupo ficará responsável pela modernização, eficientização, expansão, operação e manutenção de todos os mais de 30 mil pontos de iluminação da cidade até o segundo semestre de 2024.


O Consórcio apresentou uma proposta 63,1% abaixo do valor de referência, estimado em pouco mais de R$ 1,3 milhão por mês, ou seja, uma contraprestação máxima mensal de R$ 486.718,00, pelos serviços executados no parque de iluminação pública da cidade, de acordo com o desempenho das ações.


A PPP promoverá a modernização, eficientização, expansão, operação e a manutenção da rede municipal de iluminação pública em Canoas, através da troca de luminárias por tecnologia LED, entre outros serviços. O vencedor deverá, ainda, desenvolver e implantar projetos de iluminação cênica em 14 locais escolhidos pela Prefeitura, com destaque para prédios históricos e pontos turísticos. Também será desenvolvido um sistema de iluminação especial em praças e parques.

Para o prefeito Jairo Jorge, que participou do leilão em São Paulo, o projeto representa um grande avanço para a cidade e os canoenses. “Este é um momento histórico para nossa cidade. Esta PPP vai fazer com que o nosso município seja mais acolhedor, mais inteligente, seguro, sustentável, garantindo maior desenvolvimento econômico e qualidade de vida para a população”, enfatizou.

O Consórcio IP Canoas é composto pelas empresas Fortnort, GCE S.A, Seven Engenharia e Consultoria, RH Engenharia, Henerge e Expresso Charqueadas.


Centro de Controle e Operação

Uma das inovações da PPP de Iluminação Pública de Canoas será o sistema de telegestão em 100% dos pontos de iluminação pública, com o monitoramento por meio de um Centro de Controle e Operação (CCO). A ferramenta possibilitará maior celeridade e qualidade nos serviços prestados aos canoenses, organizando e agilizando a resolução dos problemas de iluminação, como por exemplo, a troca de lâmpadas queimadas.


Entre os resultados previstos, em curto e longo prazo, estão:

– Redução de 54% nos gastos do município com iluminação pública – Aumento da agilidade na manutenção e substituição do equipamento da rede de iluminação pública, devido ao monitoramento da telegestão através do Centro de Controle e Operação – CCO – Redução dos custos de operação e manutenção do parque de iluminação pública – Diminuição dos níveis de criminalidade na cidade – Ampliação da segurança nos espaços públicos – Redução do impacto ambiental – Maior desenvolvimento econômico e de oferta de serviços no horário noturno


Texto: Gabriel Amaral – PMC Edição: Carina Jung – PMC

47 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page